Headsets para deficientes visuais

Um assunto extremamente importante e que deve ser discutido em todas as esferas sociais é a inclusão de pessoas com deficiência. Não é tolerável nos dias de hoje que uma pessoa com um grau de limitação em algum dos sentidos seja considerada incapaz. Todos devem e têm o total direito de se sentirem incluídos em atividades escolares, de lazer, no trabalho e, sobretudo, no dia a dia.

Para contribuir nessa inclusão existem diversos modelos de aparelhos e acessórios eletrônicos que estão disponíveis no mercado. Você sabe ou conhece a importância dos chamados headsets adaptados para os deficientes visuais? Vamos explicar sobre esse modelo e ajudá-lo na compra desses aparelhos.

Headstets

O Headset é um dispositivo formado pelo arco que cobre a cabeça, pelos fones de ouvido e pelo microfone. Também é muito conhecido como fone de cabeça e se popularizou com o crescimento das atividades de call centers.

Geralmente, esses headstes têm dois tipos de conectores. Os que têm a chamada entrada P2 são os mais comuns. Esse tipo de entrada é bastante funcional e pode ser usado com computadores, monitores de TV, entre outros aparelhos.

Já as entradas USB são melhores quando unidas a um computador. O headset com conector USB costuma apresentar uma qualidade de áudio superior.

Headsets para deficientes visuais – Forma de inclusão

A deficiência visual é definida como a perda total ou parcial, congênita ou adquirida, da visão. O nível pode variar, fator que determina dois grupos de deficiência: a cegueira, que é a perda total da visão; ou uma pouquíssima capacidade de enxergar.

Também há a chamada baixa visão ou visão subnormal, que compromete o funcionamento visual dos olhos, mesmo após tratamento ou correção. As pessoas com baixa visão podem ler textos impressos, ampliados ou com o uso de recursos óticos especiais.

O headset inteligente, adaptado para quem tem algum tipo de deficiência visual, possui o objetivo de auxiliar essas pessoas, uma vez que conectado a um smartphone com GPS, pode informar ao usuário de visão reduzida ou completamente comprometida, informações em forma de sons sobre a rua ou o estabelecimento por onde ele caminha.

Seu uso para os deficientes visuais é extremamente positivo em diversas situações do cotidiano. Esse tipo de equipamento pode ser empregado para deslocamentos nas ruas de uma grande cidade, em shoppings, universidades, bares, restaurantes, entre outros locais.

Um grande benefício para os usuários desse tipo de headset é um ganho na autoestima e uma redução nos níveis de ansiedade e estresse, já que eles acabam ficando mais confiantes para se locomover em diferentes áreas de uma cidade.

A tecnologia dos headsets para deficientes visuais busca facilitar a vida e suprir as necessidades dos cidadãos cegos ou com visão reduzida. Por isso, a Top Use, em parceria com a empresa 3R Brasil, oferece headsets inteligentes e de alta performance, que funcionam com a exata finalidade de auxiliar a rotina de pessoas com algum tipo de limitação na visão.