Cuidados para proteger o seu ouvido

Dor de ouvido é terrível até para quem não trabalha com atendimento, mas se você tem que usar headsets no seu dia-a-dia a situação se torna ainda mais incômoda.

Para identificar se alguma coisa errada está acontecendo com seu ouvido é preciso ficar atento aos sinais. Quando você sente dores, vermelhidão, coceira, sensação de ouvido tampado, cheiro ruim ou excesso de cera nos ouvidos é um sinal de que algo não está indo bem. Outros sintomas são secreções aparentes, zumbidos, tonturas e até mesmo uma leve perda auditiva.  

Como limpar os ouvidos

Está muito enganado quem pensa que os ouvido devem ser lavados todo dia. O excesso de limpeza, na verdade, pode ser até prejudicial à saúde auricular, causando infecções, alergias e inflamações.

Muitos não sabem, mas parte interna do canal auricular se limpa sozinha, por isso, a limpeza dos ouvidos só deve ser feita na parte externa, pavilhão auricular.

A cera não deve ser retirada sempre, porque é ela quem protege o ouvido contra a entrada de bactérias, água, vento e corpos estranhos.

O recomendado para limpar o ouvido é usar uma toalha, uma gaze ou até mesmo um pedacinho de papel higiênico. Evitar a entrada de água no ouvido também é muito importante, porque a cera de ouvido em contato com a água vira um esponja e fica ideal para a proliferação de bactérias.

Cotonete demais faz mal

O cotonete retira a cera, então o corpo entende que tem pouco e acaba produzindo em excesso. Além disso, a remoção de cera quando é feita de maneira inadequada pode machucar a pele do conduto auditivo e a membrana timpânica.

Por isso, quando precisar remover a cera vá até um otorrinolaringologista que utilizará água e soro fisiológico para remover a cera.

Quer mais dicas? Veja aqui como proteger a saúde dos seus ouvidos enquanto usa headsets.